Brasil

Unos 12.000 campesinos sin tierra acamparon a diez kilómetros del Palacio presidencial de Brasilia, para preparar una gran protesta contra la política económica y agraria del gobierno de Luiz Inácio Lula da Silva

Miles de campesinos sin tierra están en la capital brasileña

Realizarán un mitin ante la embajada de EU y otro en el Ministerio de Hacienda. Marchan más de 200 kilómetros; demandan a Lula acelerar la reforma agraria prometida

Brasil: entran los Sin Tierra a Brasilia; hoy se plantarán frente al Congreso

O lobby pró-transgênico conta com os mais diferentes meios e recursos para promover a transgenia. Mas tem uma coisa que eles não têm e dificilmente chegarão a ter, que é apoio da sociedade

Brasil: transgênicos: contra a vontade da população

Os 12 mil trabalhadores rurais que participam da Marcha Nacional pela Reforma Agrária chegaram a Brasília neste domingo, 15. O sem-terra caminham desde o dia 2 de maio, quando partiram da cidade de Goiânia, a 270 quilômetros da Capital Federal, para pedir ao governo brasileiro o cumprimento da promessa de assentamento de 400 mil famílias até o final de 2006

Brasil: marcha chega a Brasília

Por ADITAL

La marcha por la reforma agraria y contra la política económica que realizan unos 15 mil hombres, mujeres y niños llegará hoy a Brasilia, tras recorrer a pie unos 200 kilómetros en 15 días

Brasil: marcha por reforma agraria llega hoy a Brasilia

El MST escuchó el consejo del presidente Lula y le tomó la palabra. Ahora, apoyado por la Comisión Pastoral de la Tierra (CPT) y otras entidades, marcha de Goiania a Brasilia a favor de la reforma agraria. La caminata comenzó el 2 de mayo. En ella participan cerca de 12 mil personas provenientes de 23 estados

Brasil: rumbo a la tierra prometida

Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis começou a distribuir na quarta-feira (11) folder da Campanha Nacional contra Biopirataria que traz o slogan “Futuras Gerações precisam de Gerações Futuras”

Brasil: "Biopirataria é crime", diz campanha

Falta de terra para exercer atividades culturais, agrícolas e ancestrais são o principal problema dos povos indígenas de Dourados, no Mato Grosso do Sul, de acordo com o relatório final da comissão externa da Câmara dos Deputados. Onze mil índios guaranis-kaiowás vivem em uma área de 3,5 mil hectares

Brasil: falta de terra é causa da morte de crianças indígenas, conclui relatório de deputados