Instituto Socioambiental

- Foto por Cláudio Tavares / ISA.

Os povos indígenas realizaram, ao longo de todo o dia hoje (31), a primeira grande manifestação popular contra o governo Bolsonaro, numa onda de passeatas, atos e bloqueios de rodovias. A estimativa da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) é de que ocorreram protestos em quase 60 locais no Brasil, em 22 Estados e no DF, além de mais oito países. Ocorreram protestos em São Paulo, Rio de Janeiro, Curitiba, Fortaleza, Cuiabá, Porto Velho, Campo Grande, Nova Yorque, Washington, Londres, Lisboa e Zurique, entre outras cidades.

Povos Indígenas realizam primeira grande mobilização contra governo Bolsonaro

01-05-2018-mapa-1

"O novo texto do projeto de lei para alterar o licenciamento ambiental no país ameaça diretamente 45 Terras Indígenas (TIs) que já possuem projetos de infraestrutura ou de mineração planejados ou em operação."

Brasil: Terras Indígenas na mira do licenciamento

Brasilia

Por oito votos a zero, ministros rejeitam ação do governo de Mato Grosso que negava ocupação tradicional indígena e pedia indenizações.

Brasil: Vitória indígena no STF

pueblo indigena - Brasil

Medidas tomadas contra os direitos indígenas e o meio ambiente e a violência contra seus defensores no Brasil receberam duras críticas de relatores independentes da Organização das Nações Unidas (ONU) e da Organização dos Estados Americanos (OEA).

Relatores da ONU e OEA denunciam ataque a direitos indígenas e meio ambiente no Brasil

Tierra, territorio y bienes comunes

Uma nota técnica do Instituto Socioambiental (ISA) mostra que as Medidas Provisórias (MPs) 756/2016 e 758/2016, se aprovadas, vão beneficiar latifundiários, garimpeiros, madeireiros ilegais e, provavelmente, grileiros de terras, ao contrário do que alegam o governo e parlamentares ruralistas.

Brasil: MPs de Temer contra florestas beneficiarão garimpo, grilagem e madeira ilegal

gua

Estudo inédito da Fiocruz e do ISA aponta presença de altos níveis de mercúrio em habitantes da Terra Indígena Yanomami.

Brasil: O povo Yanomami está contaminado por mercúrio do garimpo

2016_02_ribeirinhos_indigenas4_isa

En cuatro años, los ribereños de la Tierra del Medio, en el centro-sur del Estado de Pará, implantaron 16 puntos de trueque y comercialización de caucho, castañas, harinas y otra decena de productos de la Floresta Amazónica.

Brasil: Ribereños e indígenas forman una alianza para fortalecer la economía de la Floresta Amazónica

Defensa de los derechos de los pueblos y comunidades

Organizações e movimentos sociais preparam grandes manifestações de rua para deixar claro que estão de olho em uma das mais importantes conferências internacionais dos últimos anos, que acontece no início de dezembro, e pretendem influenciar negociadores.

Brasil: Sociedade civil se prepara para a Conferência do Clima de Paris