Leonardo Melgarejo

O coronavírus, a barbárie e a força do Cerrado

Em artigo, Leonardo Melgarejo analisa as cotidianas práticas que ampliam os danos no Brasil, enquanto a comunidade científica discute as origens do coronavírus.

O coronavírus, a barbárie e a força do Cerrado

- Foto de Antonio Cruz/Agência Brasil.

Este texto foi encomendado na forma de avaliação dos antecedentes e possíveis desdobramentos de decisão do STF, em Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI 5553/DF) que trata de benefícios fiscais oferecidos aos agrotóxicos. Esta é de fato uma ação muito importante, de enorme repercussão sobre a vida dos brasileiros e a autonomia do país.

Agrotóxicos, adubos, petroleiros e Anitta numa terra onde o bom senso desapareceu

Paraquat

Neste mês, após 9 anos de análise, a ANVISA emitiu parecer sobre o paraquate (mais conhecido como gramoxone). Vai proibir seu uso no Brasil, daqui a três anos, porque agora reconhece que se trata de veneno mortal e sem antídotos, que é absorvido pela pele, pela respiração e, é claro, pela boca através dos alimentos produzidos com seu uso.

Brasil: ANVISA proíbe o uso do agrotóxico paraquate; medida só valerá daqui 3 anos

Transgénicos

"Aqui, nos limitamos a chamar atenção para um fato: as Liberações Planejadas no Meio Ambiente (LPMA) correspondem a estudos de campo, que após avaliação do projeto, considerando sua adequação e relevância, a CTNBio pode permitir que transgênicos ainda não autorizados no Brasil sejam estudados em campo".

Brasil - CTNBio: Resultados dúbios e agenda oculta

- Foto por Antonio Cruz

No dia 10 de janeiro, o Ministério da Agricultura (Mapa) comemorou grande avanço nos registros de agrotóxicos no Brasil. A notícia menciona não apenas o registro de 277 novos venenos, como ainda destaca que, entre eles, se incluem 161 “genéricos”. Um recorde!

Brasil: Os venenos genéricos do Ministério da Agricultura

Transgénicos

Na natureza não existem espécies campeãs. Portanto, as monoculturas extensivas são antinaturais. É por isso que elas exigem uma luta permanente.

Agroecologia e Transgênicos - Mitos e tarefas

Salud

A aprovação do DAS-40278-9 abre portas para que veneno “fraco” venha a ser substituído pelo 2,4-D, componente do famigerado Agente Laranja, suspeito de causar alterações endócrinas e classificado como “extremamente tóxico”

Brasil: O veneno ainda está na mesa

Transgénicos

"Que os programas de controle da dengue passem a considerar ecologia populacional e as interações entre os vetores (Ae. albopictus e o Ae. Aegypti), bem como o desenvolvimento de métodos de programas para controle que levem em conta iminentes riscos de epidemias da febre de Chikungunya, associada ou não à Dengue. Esperamos que o Ministério da Saúde dedique atenção a este assunto, e que a sociedade como um todo abra os olhos para decisões tomadas na CTNBio."

O mosquito transgênico e o “pioneirismo brasileiro”