Marco Weissheimer

sauer

A demanda crescente por terras, em nível nacional e internacional, está aumentando a pressão de grandes investidores sobre territórios de comunidades tradicionais, unidades de conservação e terras indígenas. Há uma corrida mundial por terras em curso pelo menos desde 2008, que se reproduz também no Brasil por meio de projetos de investimentos produtivos e especulativos.

Brasil: Corrida por terras ameaça comunidades tradicionais e áreas indígenas, diz professor da UnB

20180721-jornal-sul21-gs-9827-03

Nos últimos anos, vem crescendo no Rio Grande do Sul e em outros estados do Brasil o trabalho de um grupo de pequenos agricultores que se dedicam a manter saberes tradicionais e o patrimônio genético que marcam a história da agricultura no Estado.

Brasil - Guardiões de sementes crioulas: uma luta por autossuficiência, sabor e saber

th_1cce678baa2865fe866ba90e481edd63_635824313513870860w

Os projetos de mineração de chumbo, zinco, cobre, titânio e outros minerais em uma área que vai da bacia do rio Camaquã até São José do Norte, caso sejam implantados, provocarão um colapso social e ambiental na região, afetando comunidades tradicionais de pescadores artesanais e agricultores familiares.

Brasil - “Projetos de mineração provocarão colapso social e ambiental na metade sul do RS”: Márcio Zonta, Movimento pela Soberania Popular na Mineração

conquista da fronteira

"Nem tudo é carvão em Candiota e região. Do outro lado da BR 293, na mesma área onde está sendo construída a Pampa Sul, um cenário marcado por centenas de mudas de árvores nativas indica a existência de outra matriz econômica e modelo de produção na região, que não tem a mesma fama da mineração de carvão, mas vem construindo práticas agroecológicas e agroindustriais que buscam outro padrão de desenvolvimento."

Brasil - O outro lado da terra do carvão: assentamentos do MST, agroecologia e vidas recuperadas

desmonte agronegocio

" Nossa economia depende hoje de um agronegócio que não é agricultura e que está concentrado nas mãos de três grandes grupos transnacionais, sendo a Monsanto o principal deles por causa da soja. Hoje, uma safra ruim significa PIB negativo, pois não temos mais industrialização. Vivemos uma realidade na agricultura tão dramática e absurda que a mim assusta."

Sebastião Pinheiro: ‘O agronegócio transformou-se em algo que não é mais agricultura’

sergio gorgen

"Em entrevista ao Sul21, Frei Sérgio fala sobre a origem e a situação atual desse modelo que segue dominante no campo brasileiro. Ele também aponta os desafios dos movimentos sociais do campo diante da atual conjuntura, destacando a importância estratégica do campesinato para a sobrevivência de toda a humanidade."

‘É estratégico para a humanidade o campesinato continuar vivo’: Frei Sérgio Gorgen

20170623-jornal-sul21-gs-190617-1444-06-600x400

José Maria Tardin: “Patrimônio genético agrícola está sendo seqüestrado das comunidades e armazenado em bancos de germoplasma para ser utilizado por transnacionais”.

“Nosso patrimônio genético agrícola está sendo sequestrado. Deveria ser tema de segurança nacional”

Ana Paula Carvalho de Medeiros 1

Procuradora da República Ana Paula Carvalho de Medeiros alerta sobre propostas que tramitam no Congresso Nacional e que buscam flexibilizar as normas sobre o uso de agrotóxicos na produção de alimentos.

Brasil: ‘Temos um pacote do veneno tramitando no Congresso Nacional’