Brasil de Fato

Após ter lavoura destruída, MST inaugura Centro de Produção Agroecológica no local

Um dia após terem suas lavouras destruídas por um grupo de homens armados, as famílias sem-terra do acampamento Valdair Roque inauguraram, na tarde desse sábado (04), no local, o Centro de Produção Agroecológica Pinheiro Machado. Além das 50 famílias da comunidade, localizada no município de Quinta do Sol, no Paraná, também estiveram no local moradores da cidade, religiosos, entidades e outros movimentos sociais, em solidariedade aos agricultores.

Após ter lavoura destruída, MST inaugura Centro de Produção Agroecológica no local

Experiências nordestinas preservam o cuscuz crioulo

O cuscuz é um dos temas presentes na obra clássica Geografia da Fome. O livro foi escrito na década de 1940, época em que o geógrafo Josué de Castro identificou que sertanejos e sertanejas preferiam bater o milho do cuscuz em suas próprias residências. Sebastião Ferreira Sobrinho, por exemplo, nasceu em Ibimirim (PE), no sertão pernambucano, e guarda uma memória afetiva do típico prato, que era feito no Sítio Mulungu naquela época.

Experiências nordestinas preservam o cuscuz crioulo

- Foto de Gustavo Silva/MST.

"Agora estamos enfrentando o fascismo e eu acho que nós vamos vencer porque o governo passa e o movimento continua", afirma Jaime Amorim, catarinense de nascimento e pernambucano de coração. Integrante da Direção Nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) está em Pernambuco desde o nascimento do MST no estado.

“Vamos defender a reforma agrária e o MST”, aponta dirigente de Pernambuco

"Estamos de pé e dispostos a contribuir no legítimo levante das massas"

"Reafirmamos nosso compromisso com a terra, com a vida, garantindo alimentação saudável para todo o povo", diz um trecho do texto divulgado neste sábado 25 pela coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

"Estamos de pé e dispostos a contribuir no legítimo levante das massas"

Brasil de Fato lança tabloide sobre os quatro anos do crime da Vale em Mariana (MG)

Publicação lançada nesta sexta-feira (1º) aborda a falta de reparação aos atingidos e os impactos da mineração no estado.

Brasil de Fato lança tabloide sobre os quatro anos do crime da Vale em Mariana (MG)

- Foto por Eric Baradat/AFP.

"Em entrevista recente concedida ao programa de rádio Guns and Butter, o economista e historiador estadunidense Michael Hudson analisa algumas formas como os EUA exploram economias do mundo e podem dar pistas para se entender um pouco o contexto nacional atual – mesmo que ele não se debruce especificamente sobre o Brasil".

Como o FMI e o Banco Mundial asseguram o "imperialismo alimentar" dos EUA

Desmatamento na Amazônia em junho equivale a 100 mil campos de futebol

Dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) mostram que em junho a Amazônia perdeu 762,3 km² de mata, área equivalente a uma cidade de Campinas (SP) ou cerca de 100 mil campos de futebol.

Desmatamento na Amazônia em junho equivale a 100 mil campos de futebol

Carta Terra e Território propõe barrar retrocessos e unir pauta agrária e ambiental

Com uma metodologia baseada na ampla discussão de ideias e em um processo coletivo de escrita e reflexão, o Seminário Terra e Território: Diversidade e Lutas produziu um documentário histórico sobre a luta agrária e ambiental no Brasil, com denúncias dos retrocessos impostos pelo atual governo e sete compromissos das 50 organizações participantes.

Carta Terra e Território propõe barrar retrocessos e unir pauta agrária e ambiental