Leonardo Melgarejo

"A sociedade “científica” discute à portas fechadas possível liberação de um trigo geneticamente modificado, já autorizado na Argentina de forma condicionada à sua licença de importação e consumo, pelo Brasil" - Reprodução

"Seja como for, tanto no caso do trigo GM como no das máscaras, observamos avanço/primazia de interesses individuais sobre coletivos, com as instituições perdendo credibilidade e a democracia crescentemente ameaçada".

As máscaras, o trigo, a boiada

- Como cantou Lenine, “A vida não para, mesmo quando o mundo espera a cura do mal, e a loucura finge que isso tudo é normal” Foto: - Emilio Speck

Fim de ano triste. Desemprego crescente, quase 200 mil mortos pela covid. Ausência de leitos, vacinas, seringas, agulhas e empregos. Fim do auxílio emergencial para milhões que afundam no mapa da fome. Articulações golpistas que garantem um presidente da Câmara Federal bolsonarista, enquanto o vampiro sai do esquife e o marreco enrica nos USA.

O tempo não para

"A resposta deve ser buscada no que há de mais relevante e comum, no tradicional e no sagrado da cultura alimentar dos povos" - Divulgação Comunicação Fórum de Comunidades Tradicionais

Nesta quarta-feira, dia 16 dezembro de 2020, o Comitê de Patrimônio da UNESCO atendendo solicitação conjunta da Argélia, Mauritânia, Marrocos e Tunísia, atribuiu ao cuzcuz a condição de Patrimônio Imaterial da Humanidade. Isso significa que os conhecimentos, práticas e tradições relacionadas ao preparo e ao consumo do cuzcuz adquiriram status de valor humano inalienável. Algo a ser protegido como característica relevante na história evolutiva do homo sapiens sapiens.

Somente o tempo vai revelar quem somos

- A Argentina aprovou uma nova variedade de trigo transgênico e o Brasil promoveu uma audiência publica para discutir o tema - Bloomberg / Colaborador/Getty Images

Nesta semana em que foi criada no Brasil a Rede Irerê de Proteção à Ciência, que objetiva limitar as possibilidades de manipulação de informações, fraudes científicas e perseguição a pesquisadores que desenvolvem estudos no rumo oposto ao enunciado em campanhas de marketing pouco respeitosas aos direitos humanos, a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) promoveu audiência publica  para discussão a respeito do trigo IND-ØØ412-7. A variedade transgênica é tolerante ao herbicida glufosinato de amonio e supostamente tolerante à seca. 

Uma ciência sem consciência?

- Foto de Marizilda Cruppé para Human Rights Watch.

"Está agendada para o dia 30 de setembro a avaliação de Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF n.221), com relação à lei gaúcha dos agrotóxicos. Lei 7747/82. A demanda vem do Partido Democratas (DEM), que é base do governo Bolsonaro, e tem entre seus destaques aquele gaúcho que confessou crime eleitoral e foi perdoado após pedido de desculpas, pelo ex-juiz que se tornou ministro após determinar prisão sem provas de Lula, e hoje é carta fora do baralho que ajudou a montar. Resumidamente, trata-se do seguinte: com apoio das entidades atuantes em favor do uso dos agrotóxicos, o DEM solicita desmonte completo da lei gaúcha (7747/82), que impede comercialização, neste estado, de venenos que não tenham uso autorizado nos países onde são fabricados".

Mídia corporativa, mentiras na ONU, lei gaúcha ameaçada e a memória desta geração

Foto: Valter Campanato / Agência Brasil

28/08/2020 - A revelação das loucuras que dominam o Brasil, desde o Golpe que depôs a presidenta Dilma estão naturalizando um outro tipo de crise, do qual talvez não exista saída, sem o povo na rua. Neste estágio de estupefação coletiva, são tantas as informações com potencial de gerar a indignação mobilizadora desta sociedade em cativeiro, que é difícil escrever na sexta, sobre o acontecimento relevante da semana.

A vaca subiu no telhado

- A proibição de uso do Paraquat no Brasil segue tendência já adotada em mais de 50 países - Divulgação

Neste dia 18 de agosto de 2020 a diretoria colegiada da Anvisa se reuniu para avaliar solicitação da Frente Parlamentar Agropecuária, Aprosoja, Associação de Produtores de Algodão. Eles pedem alteração de decisão anterior, tomada em 2017, estabelecendo prazo de 3 anos para retirada do herbicida Paraquat do mercado brasileiro.

O Paraquat e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária

- Foto de Marcelo Camargo/Agência Brasil

O que esta pandemia tem a ver com a irresponsabilidade de governos capturados por interesses empresariais que não se preocupam com os bens comuns, desrespeitam os direitos humanos e não dão a mínima para os anseios de nossos amigos, irmãos e parceiros de caminhada, em defesa da casa comum?

A pandemia e sua relação com crimes ambientais