Brasil

La agroindustria rodea el territorio indígena xingu en Brasil

"En los últimos 20 años, la región alrededor de la tierra de Yawalapiti se ha transformado en un centro de producción de soja, maíz, algodón y carne, conectado por carreteras y ferrocarriles. Hoy, el área de Xingu produce el 10% de las exportaciones de soja de Brasil".

La agroindustria rodea el territorio indígena xingu en Brasil

Brasil segue firme na liderança mundial da destruição de florestas

O Brasil segue na liderança do ranking mundial de destruição de florestas tropicais. E com folga. Levantamento da organização Global Forest Watch divulgado nesta quarta-feira (31) mostra que em 2020 foram devastados 1,7 milhão de hectares pelo desmatamento desenfreado e queimadas. A área de floresta destruída no Brasil é três vezes maior que a do segundo colocado, a República Popular do Congo.

Brasil segue firme na liderança mundial da destruição de florestas

Inseguranca alimentar e COVID-19 no Brasil

"O presente inquérito integra uma iniciativa da Rede PENSSAN com o objetivo de fornecer informações científicas adequadas e confiáveis para orientar a tomada de decisões relacionadas à SAN, englobando a elaboração e implementação de políticas públicas, ações efetivas e em tempo oportuno, e o monitoramento e avaliação da efetividade do que foi realizado. Busca-se, ainda, com essa iniciativa, alertar a sociedade civil organizada e fornecer subsídios e indicadores às instâncias de controle social".

Inseguranca alimentar e COVID-19 no Brasil

10 anos de luta: contra o agronegócio, por comida, saúde e justiça social

A simbologia de um aniversário de 10 anos nos impele, necessariamente, a olhar para trás. E este olhar pode não parecer nada agradável: mais agrotóxicos registrados, maior consumo, mais intoxicações, agrotóxicos na água, no ar, na comida, nas escolas. E nas plantações, até mesmo naquelas que deveriam ser livres de venenos. Ao vermos, depois de 10 anos, o agronegócio dominando o cenário político, nos perguntamos: “Por que lutar? Valeu a pena? Vale a pena?”.

10 anos de luta: contra o agronegócio, por comida, saúde e justiça social

O vírus nos ensina que não somos os donos do nosso planeta

"Aqui, na terra, vivemos como condôminos, ou seja, vivemos junto com outros seres vivos, mesmo invisíveis, até tremendamente microscópicos, próximos e distantes, e o condomínio impõe regras de boa vizinhança. Ignorá-lo leva aos desastres que temos diante dos olhos desde o início de 2020 e a todos outros similares", escreve Nicola Gardini, escritor italiano, latinista e professor de Literatura Comparada.

O vírus nos ensina que não somos os donos do nosso planeta

Agricultura 4.0: o dilema dos avanços tecnológicos no campo e a volta ao Mapa da Fome

Entrevista especial com Fabiana Scoleso. Pesquisadora analisa o impacto das novas tecnologias no trabalho e nos trabalhadores rurais e também as consequências e transformações que se impõem para a cadeia de produção de alimentos.

Agricultura 4.0: o dilema dos avanços tecnológicos no campo e a volta ao Mapa da Fome

Práticas Agroecológicas: saberes e fazeres da agricultura camponesa

Apresentamos a cartilha Práticas Agroecológicas: saberes e fazeres da agricultura camponesa, construída com o desdobramento dos trabalhos da Comissão Pastoral da Terra (CPT) da Diocese de Goiás em parceria, nesta edição, com o Núcleo de Agroecologia e Educação do Campo (GWATÁ) da Universidade Estadual de Goiás/Campus Cora Coralina, em um trabalho de campo e na pesquisa de um modelo agroecológico possível, resgatando os saberes milenares dos agricultores camponeses/as.

Práticas Agroecológicas: saberes e fazeres da agricultura camponesa

O poderoso mercado do veneno

Entenda porque o poder do mercado de agrotóxicos, além dos impactos à saúde humana e ambiental causados pelo uso excessivo dessas substâncias no Brasil, precisam ser contestados.

O poderoso mercado do veneno